Taverna Basakatu (Narrativa Off)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Taverna Basakatu (Narrativa Off)

Mensagem por Bastet em Dom Mar 08, 2015 6:08 pm

-Narrativa OFF

____________________________________________________________________________
(Taverna Basakatu)
Um pequeno estabelecimento situado em uma cidadezinha humilde e prospera de criadores de ovelhas que reúne habitantes locais e estrangeiros da mesma forma é administrada por um casal jovem que se mudou recentemente para o lugar, junto a eles no estabelecimento trabalham mais três jovens atendentes no intuito de chamar a clientela, afinal qual homem não quer ser atendido por uma bela jovem e beber muito em meio as cantorias do local. Velas de cebo em suportes de ferro queimam sob o teto baixo, oferecendo baforadas do seu cheiro forte. Pilares de madeira exibem as cores locais. Entre as mesas apertadas o pessoal se mantem bebendo, em um dos cantos existe um pequeno palco para apresentações, na maior parte da noite ocupada por cantores, há dias especias com algumas dançarinas.

Quando as janelas enegrecidas pela fumaça começam a brilhar com a luminescência do interior, o local ganha um acréscimo de outros tipos de frequentadores que na sua maioria se mantem em mesas ao fundo com pouca luz, envolvidos em seus segredos.

Regras: Uma vez criado a personagem só vai mudar para outro depois que descrever a saída do atual personagem da taverna, o usuário não pode ter dois personagem no local.
CODED BY: IG de SA


Última edição por Bastet em Dom Maio 03, 2015 12:25 am, editado 4 vez(es)

Bastet
Narrador
Narrador

Mensagens : 701
Data de inscrição : 08/03/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna Basakatu (Narrativa Off)

Mensagem por Heilel em Dom Maio 03, 2015 6:45 pm

A Atendente:

No canto da taverna e com um olhar de apreensão pregado no rosto jazia a... A atendente da Basakatu. Segurava uma bandeja vazia entre os braços, que era levemente pressionada contra os seios, e também trajava as típicas vestes de uma maid de animações japonesas.

Ela fora recém contratada pelo dono do estabelecimento, um verme barrigudo, diga-se de passagem, e era então este o seu primeiro dia de trabalho. Estava nervosa, ansiosa, não tirava os olhos da entrada, sabendo que a qualquer momento os fregueses entrariam e ela se veria obrigada a atendê-los. Sabia que aquele não era o melhor local para uma moça de família trabalhar, ali os homens eram sempre grosseiros, fedidos e... É, sempre havia uma mão boba aqui e outra acolá, mas ela não tinha escolha, precisava do dinheiro.

_________________
Chega um tempo em que a operação da máquina torna-se tão odiosa, faz tão mal ao coração, que você não pode fazer parte disso. É impossível pensar em fazer parte disso. Então, é preciso jogar seus corpos contra as engrenagens, contra os mecanismos, contra as manivelas, contra todo o aparato. E é preciso fazê-lo parar.
Mario Savio

avatar
Heilel
Moderador
Moderador

Mensagens : 501
Data de inscrição : 08/03/2015
Idade : 22
Localização : Dentro de você.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna Basakatu (Narrativa Off)

Mensagem por Bastet em Dom Maio 03, 2015 9:34 pm

Yaxkin With:

Os dias estavam complicados , tudo isso pela falta de algumas moedas a mais no bolso que restringiram Yaxkin With a frequentar lugares melhores, no final da caminhada pela cidadezinha ela via a enorme placa com um desenho de um gato ouriçado lendo o que estava escrito na mesma -Taverna Basakatu? Quando terminou de ler pensou para si mesma enquanto chegava perto da porta dupla de madeira "Tsc... onde eu vim parar, espero que ao menos eu me divirta um pouco aqui e quem sabe..." Yaxkin não precisou terminar seu pensamento, estava vestida de forma simples naquele dia um simples vestido branco que realçava um pouco suas curvas em sua cintura uma faixa de seda na cor vermelha combinando com seu cachecol não abria mão daquele acessório em suas vestimentas, usava botas simples de couro nem pergunte de qual couro era feito.

Quando adentrou na taverna caminhou de forma sinuosa e suave até uma das mesas centrais sentava-se de frente para a entrada cruzando as pernas ficou ali na espera de alguma atendente, o pouco que tinha no bolso conseguiria pagar por uma refeição e uma boa bebida, quem sabe teria um calor humano naquela noite não que estivesse procurando algum, não precisava ela sempre conseguia ter as coisas de seu desejo.

Cansada pela demora no atendimento chamou uma jovenzinha de roupas peculiares -Nyah!...Garota venha aqui me atender... Quem sabe ela não somente prestaria seu serviço como garçonete, mas também serviria como seu brinquedinho naquela noite.

OFF: Personagem atual Yaxkin With

Bastet
Narrador
Narrador

Mensagens : 701
Data de inscrição : 08/03/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna Basakatu (Narrativa Off)

Mensagem por Bastet em Sab Maio 23, 2015 2:21 am

Yaxkin With:

Pelo visto aquela criança estava ocupada sem prestar atenção no seu chamado, isso não desanimou Yaxkin que continuou onde estava, naquele momento ela ficou encarando a entrada do estabelecimento, não gostava do tédio e muito menos a falta de uma boa musica ou não tão boa, uma agitada quem sabe.  Yaxkin saiu de seu lugar caminhou em direção ao pequeno palco onde os bardos estavam a tocar algo menos agitado. Naquela noite parecia que ela tinha chegado a um velório, quando chegou perto dos músicos apenas deu suas instruções do ritmo que queria em sua musica cantaria para alegrar um pouco o ambiente afinal ela sabia contar um pouco. De onde estava encarou seu alvo um gnomo ela nunca foi com a cara dos gnomos lembrou-se de uma velha canção sobre eles que sempre era cantada em algumas boas tavernas e sem mais, começou a cantar embalada pelo som dos bardos .
... No condado eu vi,
Bebendo e roubando tesouros,
Malditos da noite,
Malditos travessos...

Enquanto cantava animada andava pelas mesas dançava de forma provocante gostava de chamar atenção.
...Estão por todos bordéis,
Por todos os porões, calabouços,
Secam todos os tonéis,
E fogem chacoalhando os ossos...

Chagava ao balcão molhava sua garganta em um único gole roubado da bebida de um fanfarão. assim ela seguiu cantando e dançando queria passar o tédio e animar aquele lugar morto.
...Malditos, malditos!!!
Malditos, hahahaha!!!
Malditos gnomos da noite,
Bebem de tudo, pulam, circulam...
Não adianta falar...


OFF: Personagem atual Yaxkin With

Musica:


Última edição por Bastet em Sex Maio 29, 2015 11:28 pm, editado 1 vez(es)

Bastet
Narrador
Narrador

Mensagens : 701
Data de inscrição : 08/03/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna Basakatu (Narrativa Off)

Mensagem por Necromancer Ignaltus em Dom Maio 24, 2015 1:01 am

Necromancer Ignaltus:

O desenho de um gato ouriçado.

Numa placa.

-Taverna Basakatu, o necromante leu.

"Deve ser um bom lugar para tomar algo e limpar a mente como qualquer outro, desde que seja limpo, acho", refletiu, batendo com o indicador no queixo duro a muitos anos.

No momento em que ele atravessou a porta dupla de madeira, seus sentidos sobrenaturais foram atingidos pela música do ambiente: ela era alegre, pitoresca, jocosa com os brincares do interior, falando sobre ladinos e má sorte escarniada. Ou seja, uma música brega.

Todavia, bardos eram abençoados por Tanna Toh e se ficaria pela noite seria bom  fazer amizade com o artista, quem sabe cantasse alguma coisa o seu gosto, mesmo que o mago duvidasse disso em seu interior.

O acadêmico varreu o local com suas orbitas sobrenaturais e encontrou uma docel criatura de costas para a entrada e para si.

O que é aquilo? Seria uma elfa singular? Não, não era tão alta. Uma humana com síndrome de licantropia? Talvez. Quem sabe um daqueles moreaus da raposa, chegados pelos portais da cidade flutuante de Laughton, de que ouvira falar? Ou, quem sabe, um daqueles neko-alguma coisa das terras de Tamura? Agora que o país estava livre da Tormenta seus contos ficaram conhecidos.

Bem, no fim não importava.

A criatura em trajes de arcanista apanhou um tibar de prata de sua algibeira e mirou na direção da barda, fazendo um som para chamar a sua atenção.

Todavia, quando a bela criatura voltou-se para saber quem barulho era aquele, ela permitiu-se que seus enormes boings-bings mirarem a visão do arcano.

Tal imagem o levou ao passado, quando uma elfa de tamanho ainda mais surpreendente o tornou desafortunado e a lembrança de tal trauma o deixou em choque momentâneo, não permitindo que mirasse o dobrão corretamente quando este já escapava de seus dedos.

A moeda voou, virou-se em acrobacias em pleno ar e deitou-se entre as generosas montanhas firmes e duras da artista, indo para fundo ali.

Houve um momento de pausa eterna.

O mago, recuperado num instante, só podia proferir uma interjeição, sem muito sentido:

Necromancer Ignaltus:

- Orô?, deixou escapar o estudioso da Academia Arcana.
avatar
Necromancer Ignaltus
Moderador
Moderador

Mensagens : 591
Data de inscrição : 11/03/2015
Idade : 36
Localização : Araguaína - TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna Basakatu (Narrativa Off)

Mensagem por Bastet em Dom Maio 24, 2015 9:00 pm

Yaxkin With:
De costas para a entrada entretida com a cantoria, não tinha nada melhor do que aquilo, ser um pouco da atenção do lugar, isso realmente alimentava o seu ego, não gostava de admitir, nem comentaria sobre isso a ninguém, mas era assim que funcionava sem sua concepção, logo ela continuou sua musica.
...Eu vi gnomos, todos confusos
Onde isso vai parar?
Ontem levaram meu guarda-chuva...

Enquanto cantava teve a impressão de ter sido chamada por alguém até aquele momento em meio a cantoria não deu muita importância, mas movida pela curiosidade, e qual gata não seria curiosa por natureza, virou-se para ver quem era, viu apenas um ser encapuzado de manto isso até que não era tão anormal, pois o anormal era a sua mascara ou rosto no momento ela não sabia distinguir aquilo. Yaxkin naquela noite não esperava ganhar algumas moedas, não que estivesse querendo ganhar e nem cantar, mas já que o rapaz estranho a tinha pago não recusaria até por que não estava com muito dinheiro no bolso, ainda cantando ela só esticou a mão direita para pegar a moeda foi que...
Só pra sacanear
Esta canção está um absurdo,
É hora de acabarrrrr...

Na ultima palavra da sua tão querida musica que ela sentiu o toque gelado da moeda deslisar para uma parte um pouco sensível de seu corpo. Yaxkin de forma maliciosa como sempre fizera em sua vida, tudo era movido a segundas intenções, o encarava por alguns segundos os mesmos segundos que ele ficou parado sem reação, talvez pela forma "acidental" com que jogou sua moeda.

Yaxkin acenava para os músicos seguirem tocando, até aquele momento ela já estava satisfeita com o show, queria algo mais e quem sabe não brincaria com aquele ser estranho, aproximando -se dele e já parada com as mãos na cintura a sua frente -Nyah! te deixei nervoso foi? Tirando a moeda de onde não deveria estar  em seu corpo ela sorria. -Nyah! Como isso esta gelado... Aproximando ainda mais do individuo até ficar sobre ele o cheirando uma, duas, três, quatro vezes para se afastar e tocar em sua mascara -Nyah! O que é você? Um daqueles golens de ferro?...

OFF: Personagem atual Yaxkin With

Bastet
Narrador
Narrador

Mensagens : 701
Data de inscrição : 08/03/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna Basakatu (Narrativa Off)

Mensagem por Necromancer Ignaltus em Seg Maio 25, 2015 1:20 am

Necromancer Ignaltus:

O ser sobrenatural  sentiu-se pressionado pela voluntariedade da jovem neko-sebe-se-lá-o-que. Ao fitar seus generosos predicativos ele foi atingindo pelo calor da vida, mas como todo bem que vem com um mal adjunto, o mago teve outro flash-back da elfa encrenqueira, e aquilo o fez passar mal. Ele murmurou:

- Por favor... senhorita, não seja tão insidiosa comigo assim... isso... isso me trás lembranças amargas. Coisas que gostaria de esquecer. Eu, eu sou só um estudioso da Acadêmia Arcana, um mago especialista meio-morto-vivo.

Todavia, quando o o acadêmico se dirigiu a bela figura maliciosa a sua frente, ele foi abordado pelas suas deusas gêmeas.

- A-ah, a senhorita é tão-tão provida de gêmeas generosidades divinas: carenes tão brancas e tenras. Ah-ah, eu-eu-eeee...

Embora tão belas e hipnotizantes, os dois presentes da barda lhe trouxeram lembranças traumáticas de certa elfa.

E ele congelou-se ali mesmo.
avatar
Necromancer Ignaltus
Moderador
Moderador

Mensagens : 591
Data de inscrição : 11/03/2015
Idade : 36
Localização : Araguaína - TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna Basakatu (Narrativa Off)

Mensagem por Bastet em Sab Maio 30, 2015 6:36 pm

Yaxkin With:
-Nyah! Eu, realmente não estou fazendo nada, no momento só estou um pouco curiosa com você ou sobre você... nyah! Mago especialista, desculpa eu não conieço neniuma Academia Arcana e não imagino um meio morto-vivo?... Nyah! Como seria um meio morto-vivo ? Alguém quase morto? é isso que você é um doente em fase terminal... Tadinho nyah!? voltando a ficar sobre o pobre homem ela o cheirava novamente "será que ele estava morto ou meio morto" pensou, logo voltou a tocar na mascara dele , quando se afastou um pouco, percebeu em suas ultimas palavras que algo em seu corpo tirava sua concentração. E foi assim quando ele paralisou depois de sua gagueira ela com seu dedo indicador só forçava o decote de seu vestido para baixo demarcando mais o volume de suas generosidades como ele chamou. A noite não estava perdida, tinha encontrado algo que poderia lhe render um bom atrativo naquela noite.  -Nyah! Esta um pouco calor aqui não achas? Nyah! Você esta com medo de mim nyah?

No momento em que ela parou de forçar o decote soltando o mesmo para que voltasse ao normal, continuou brincando com o individuo paralisado a sua frente -Nyah! meu nome é Yaxkin... Parando de falar em silencio ela ficou o encarando e com um sorriso novamente malicioso falou ao pé do ouvido do rapaz -Nyah! Fico contente por alegra-lo neste dia chato, mas se queres que eu esconda as generosidades divinas eu o farei...nyah! Não quero que você tenia um infarto aqui ou não consiga dormi a noite me homenageando nyah! ... Quando se afastou dele soltava uma gargalhada sobre o que tinha acabado de falar.

OFF: Personagem atual Yaxkin With
OFF²: Vou falar errado igual ao povo animal daquela ilha bizarra hauhauahuah

Bastet
Narrador
Narrador

Mensagens : 701
Data de inscrição : 08/03/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Taverna Basakatu (Narrativa Off)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum