HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por Necromancer Ignaltus em Ter Jun 16, 2015 12:47 am

Aramill: jogada de ataque e dano, teste de Percepção difícil.

Dois disparos perfeitos, Red nem teve tempo de se mover. As flechas atravessam entre seus olhos e coração... indo parar do outro lado na parede? Logo, a imagem do minotauro molhado envolto em toalhas se desvanece, deixando nada na frente do herói.

Ele havia falado que apreciava muito os magos, seria ele também um mago?

Consegui, por Estrate, o menino vai viver, disse empolgado o sulfure, que se comportava como uma clériga de Luna que acabara de receber um recém nascido. Todavia, a situação estava longe de melhorar.

O cultista estava em algum lugar pela casa, teria já ele avisado os guardas? Se assim fosse por que já não estavam sendo detidos, por que tanto silêncio?
avatar
Necromancer Ignaltus
Moderador
Moderador

Mensagens : 591
Data de inscrição : 11/03/2015
Idade : 36
Localização : Araguaína - TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por D-Thanatus em Ter Jun 16, 2015 11:46 am

- Leve o garoto a um lugar seguro, fora dessa casa, só volte se o garoto estiver em segurança. Eu vou por este lugar abaixo, e eviscerar esse minotauro...

Há um tom de raiva incontido na voz do elfo, e uma frieza macabra no olhar.
Aramil vai forçar o sulfure a levar o garoto, mesmo que pela força, e quando ele for embora vai começar a lutar abandonando a sutileza, arrombando ports e metendo flechas em tudo que se mova e que não pareça um elfo

D-Thanatus
Jogador
Jogador

Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/06/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por Necromancer Ignaltus em Ter Jun 16, 2015 12:09 pm

- Por Astarte, vou coloca-lo longe de vocês dois em local seguro, onde a guarda possa encontra-lo, disse o sulfure concordando com a cabeça e toma o menino, tirando-o dali para a varanda, onde a porta já estava aberta.

Agora, era entre o protagonista e o cultista, em algum lugar ali.

Haviam muitos lugares para olhar por um grande minotauro de tolhas, mas por onde começar?

Bath: casa de banho
Bedroom: dormitorio
Dining: sala de jantar
Hall: corredor
(acesso a cinco sala mais a escadaria para o térreo)
Kitchen: cozinha
Parlor: sala de estar
Porch: varanda
Veranda: varanda
(a última porta está aberta)


Última edição por Necromancer Ignaltus em Ter Jun 16, 2015 1:17 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Necromancer Ignaltus
Moderador
Moderador

Mensagens : 591
Data de inscrição : 11/03/2015
Idade : 36
Localização : Araguaína - TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por D-Thanatus em Ter Jun 16, 2015 12:37 pm

Aramil avança pelo corredor, o maldito Red deve possuir uma linha desobistruída para poder conjurar a ilusão, pode ser uma imagem falsa, mas a primeira pista seria a sala de banho.
O elfo mantém uma flecha preparada o tempo todo, qualquer sinal de movimento e alguém vai levar uma flechada, qualquer porta fechada vai ser arrombada, nada de sutilezas, ou invasões furtivas, não é mais uma infiltração, o objetivo é exterminio

D-Thanatus
Jogador
Jogador

Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/06/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por Necromancer Ignaltus em Ter Jun 16, 2015 1:16 pm

A sala de jantar tem bons moveis, com uma cesta de frutas e umas garrafas de vinho disponíveis.

Chegando a casa de banho, ela havia realmente sido usada recentemente.

Aramill, teste difícil de Percepção

O nosso personagem percebe um rastro molhado que ruma noutra direção, através da sala de estar. Passando por ela o ratro dava a volta de volta ao hall e descendo pela escadaria.

Estava no andar debaixo.

O maldito não estava fazendo barulho, como?
avatar
Necromancer Ignaltus
Moderador
Moderador

Mensagens : 591
Data de inscrição : 11/03/2015
Idade : 36
Localização : Araguaína - TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por D-Thanatus em Ter Jun 16, 2015 1:45 pm

- Maldita rato sujo

Aramil pragueja em silêncio, e segue o rastro das pegadas úmidas, a flecha pronta para o disparo

D-Thanatus
Jogador
Jogador

Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/06/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por Necromancer Ignaltus em Qua Jun 17, 2015 5:42 pm

O herói desceu a escadaria em busca do seu alvo, uma vez lá embaixo, um cenário bem semelhante ao anterior: um hall, cinco acessos, dois a esquerda e três à direita. O rastro levava adiante, m as uma voz veio de uma das salas ao lado.

- Ah, como aquele paladino está demorando, ou ou será que ele já está por aqui perto? Mas porque será que eu estou enrolando? Bem, seria bem melhor armado se você fosse pego por ele, não?, ouviu a voz do bancário.

A voz vinha da sala ao lado.

O rastro levava adiante, até o fim do hall e além.

Ainda ficava uma porta a esquerda.

Três à direita.
avatar
Necromancer Ignaltus
Moderador
Moderador

Mensagens : 591
Data de inscrição : 11/03/2015
Idade : 36
Localização : Araguaína - TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por D-Thanatus em Qui Jun 18, 2015 11:23 am

A muito a paciência do elfo havia se esgotado para esse jogo de gato e rato, ao ouvir a voz do minotauro o elfo chuta a porta com toda força que tem no corpo.

D-Thanatus
Jogador
Jogador

Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/06/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por Necromancer Ignaltus em Qui Jun 18, 2015 2:31 pm

Arrobando a porta, nosso personagem encontrou um escritório vazio, apenas várias cartas sobre a mesa, e o rastro não levava aqui. Por sobre a escrivania, nosso herói percebe o material que fora usado na escrita do recado do menino élfico de antes, de muito recentemente. Haviam outras caratas seladas também com o emblema do bancário, aquele mesmo exibido por ele na taverna.

Todavia, um som qualquer chama a sua atenção no quarto ao lado.

Lá fora, o rastro levava pelo hall térreo.

O que fazer?


1) Apanhar as cartas antes de voltar ao rastro; levar os documentos, podem ser uma pista.

2) Investigar; perder algum tempo aqui e tentar achar outras provas que denuncie Red como cultista do Deus da Traição.

3) "Morder" a dica no quarto ao lado; ir direto para a origem do som no quarto ao lado, ignorar qualquer outra coisa.

4) Ignorar e voltar para a trilha; Red é inteligente demais para Aramil, que só sabe pensar com suas armas, melhor que ele é esperto demais e caçá-lo logo.


avatar
Necromancer Ignaltus
Moderador
Moderador

Mensagens : 591
Data de inscrição : 11/03/2015
Idade : 36
Localização : Araguaína - TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por D-Thanatus em Qui Jun 18, 2015 2:43 pm

- Covarde maldito, sempre se escondendo.

Aramil ignora o bom senso e vai em direção a origem do som, abrindo a porta com a mesma violência que abriu a anterior

D-Thanatus
Jogador
Jogador

Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/06/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por Necromancer Ignaltus em Qui Jun 18, 2015 3:08 pm

O espírito de Lennorien avança destemido, a porta sede ao pé e dentro ele encontra um quarto 4x6: confortável, com janela de vitral, duas camas, um armário, dois baus, uma mesa de trabalho e uma cadeira, além de um cabide de parede com um ou outro traje pendurado.

Abaixo da cama da direita alguém choramingava com medo.

O que fazer?


1) Assassinar; matar empalando com suas espadas quem quer que esteja chorando abaixo do coução.

2) Procurar mais pessoas; olhar se há alguém escondido no armário.

3) Investigar; arrombar os baús.

4) Retornar ao hall; voltar a seguir a trilha do minotauro.
avatar
Necromancer Ignaltus
Moderador
Moderador

Mensagens : 591
Data de inscrição : 11/03/2015
Idade : 36
Localização : Araguaína - TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por D-Thanatus em Qui Jun 18, 2015 3:18 pm

- Saia debaixo da cama devagar, ou vou queimar você e a cama num movimento só.

O arco retesado e flechas pronta, o primeiro movimento suspeito e quem quer que esteja leva uma flechada na garganta

D-Thanatus
Jogador
Jogador

Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/06/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por Necromancer Ignaltus em Qui Jun 18, 2015 3:36 pm

Chorosa, um elfa saiu debaixo da cama: olhos verdes cinzentos, cabelo de cor castanho tendendo para o mel, seu rosto era pequeno e molhado pelas lágrimas num branco apavorado, mas os braços longos e finos, usava um vestido de dormir branco que não deixava nada amostra que não a face e as mãos, assim como seus delicados pés.

Ela estava bem alimentada e bem vestida, verdade. Todavia, estava apavorada demais para falar, além de choramingar. Ela olha para o nosso protagonista meio de lado e seu rosto de enche de surpresa ao ver que é um elfo como ela, contudo ela não se expressa, com o s braços cruzados junto ao corpo.

Queria se proteger, queria fugir dali.

Queria que alguém a protegesse.
avatar
Necromancer Ignaltus
Moderador
Moderador

Mensagens : 591
Data de inscrição : 11/03/2015
Idade : 36
Localização : Araguaína - TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por D-Thanatus em Qui Jun 18, 2015 4:26 pm

- Você está bem, criança? Pode me dizer quantos mais vivem nessa casa e onde ficam normalmente? Eu posso te tirar daqui.

Aramil falava em élfico, tentando acalmar a criança com um tom de voz ritmado, melodioso, quase um surrurro, olhos e ouvidos atentos, procurando sinais de aproximação.

D-Thanatus
Jogador
Jogador

Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/06/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por Necromancer Ignaltus em Qui Jun 18, 2015 5:11 pm

Aramill escreveu: - Você está bem, criança? Pode me dizer quantos mais vivem nessa casa e onde ficam normalmente? Eu posso te tirar daqui.

- Por favor, ela implorou-lhe, nós deixe em paz, será que perder tudo ainda não bastou, agora elfos irão atormentar elfos também? Por favor, só... só nos deixe em paz, por favor, ela sussurra em uma voz quase inaudível, em puro temor, mas não era de nenhum minotauro cruel, mas do invasor diante dela.


Última edição por Necromancer Ignaltus em Sex Jun 19, 2015 1:02 am, editado 1 vez(es)
avatar
Necromancer Ignaltus
Moderador
Moderador

Mensagens : 591
Data de inscrição : 11/03/2015
Idade : 36
Localização : Araguaína - TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por D-Thanatus em Sex Jun 19, 2015 12:23 am

- Pobre criança, o que você tem não é paz.

O elfo falava com amargura flagrante, um tom melancólico entoa em sua voz, como um réquiem sussurrado a meia voz. Uma tristeza profunda no olhar.

- Eu estava lá criança, vi quando a aliança negra conspurcou nossas sagradas florestas com o sangue dos nossos irmão, eu os vi queimarem nossas casas e profanarem nossos templos. Eu estava lá.

O elfo observa profundamente os olhos da garota.

- Não bastasse perdermos nosso lar, nossa família, esses animais imundos, tomaram nossa mãe, nossa deusa. Ao menos de mim eles não tiraram o orgulho. Se tem medo fuja menina, vá correndo contar aos seus mestres onde estou, quem eu sou, porém, se houver algo em sua alma que ainda guarda um pouco de nossa raça, pega uma arma e vem comigo, conquiste sua paz, uma verdadeira paz.

D-Thanatus
Jogador
Jogador

Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/06/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por Necromancer Ignaltus em Sex Jun 19, 2015 1:02 am

O rosto da moça mostra alguma compreensão agora, ela devolve palavras ao protagonista, agora mais calma.

- Ah, agora compreendo-te um pouco, mas se achas que vou abandonar minha família para me matar está enganado, existem muitas formas de lutar, a min ha é garantir que meu irmão e minha meia-irmã cresçam bem e direito, suicidar-me não dará nada disso, ela olha o herói profundamente, o rosto ainda molhado, mas agora sem prantos. Os dois Estavam agora discutindo ideologias. Ali era quase como se tivessem sido transportados para um outro momento.

- O que faz em nossa casa, arrombando como um ladrão a noite e ameaçando bons cidadão desarmados, não vê que ages como um simples gatuno, meu irmão foi a cuidar de um recado para nosso senhor e se ele tivesse aqui ainda, teria atirado nele a sangue frio, um filho de Lenorienn?, ela o repreendeu. Mal sabia a jovem que nosso personagem havia sim tentado sim matar a criança, só n ão conseguindo por interveio do sulfure devoto de sua misteriosa divindade.
avatar
Necromancer Ignaltus
Moderador
Moderador

Mensagens : 591
Data de inscrição : 11/03/2015
Idade : 36
Localização : Araguaína - TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por D-Thanatus em Sex Jun 19, 2015 1:42 am

- Ladrão!? Não, estou nessa casa por outro motivo, eu pretendo enforcar um de seus mestres com suas próprias vísceras.

Há uma frieza sinistra, nos olhos do elfo, como se as sombras de seus pecados enegrecesse o argênteo de seus olhos.

- Quando eu encontrar esse adorador da serpente eu pintarei as paredes com seu sangue

D-Thanatus
Jogador
Jogador

Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/06/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por Necromancer Ignaltus em Sex Jun 19, 2015 1:55 am

- O quês?! O senhor estas enganado, meu senhor é bom! Nunca tratou-os mal.
- Eu sei que aqui passou a valer a lei de Tapista, mas somos livres, nunca quis que fossemos escravos, nem nos impós nada.
- Eu mesma ajudo-o a meses a redigir suas cartas e meu irmão leva os recados e em nenhuma jamais tratou nada que não fosse assuntos das contas dos bancos.
- Tu tens alguma prova? Se não tens, vá embora!
, ela contrariou nosso herói ante o absurdo que ouvia. Sem provas, suas alegações eram absurdas, o pior, haviam muitas provas contra ele. Não tinha como convencê-lá naquele momento. Em breve ele passaria o mesmo com a lei, se o tal paladino estive a caminho de fato.

Ele não poderia demorar muito ali.
avatar
Necromancer Ignaltus
Moderador
Moderador

Mensagens : 591
Data de inscrição : 11/03/2015
Idade : 36
Localização : Araguaína - TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por D-Thanatus em Sex Jun 19, 2015 7:53 pm

- Livres!? Você desconhece a liberdade criança, vive presa na mais cruel das prisões. Volte pra baixo de sua cama, pegue tua irmã e corra, este lugar vai arder

Dizendo isso Aramil volta a seguir a trilha procurando Red.

D-Thanatus
Jogador
Jogador

Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/06/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por Necromancer Ignaltus em Sab Jun 20, 2015 6:06 pm


A mulher alterou a sua postura novamente, agarrando o braço do elfo ela mergulhou profundamente em seus olhos e, com a postura de quem vai a um combate, dirigiu-se a ele com a doçura de quem tenta orientar uma criança confusa, em élfico:

- Ramill, oh, Ramill. Tu falas de uma guerra da qual não estas a lutar, de inimigos que estão muito longe daqui, de tomar armas e matar para recuperar um passado que n ão retornara.
- Ramill, oh, Ramill. Tem alguma ação tua te deixado mais próximo do teu objetivo ou ferido aqueles que nos roubaram tantas coisas?
- O que estas a fazer senão dirigir tua dor para a primeira figura ameaçadora que se interpõem em tua frente?
- Ramill, oh, Ramill. Em poucas décadas aqueles que nos usurparam estarão mortos pela mão de Allihanna e Leen, e à eles nós não passaremos de lendas.
- A ti cabe faze-los lembrar. A ti cabe fazê-los jamais esquecer que uma vez houve a Infinita Guerra. Mas como há de obter isso, aqui tão distante e sozinho?
- Se ao menos você pudesse encontrar o sentido, de que enquanto não lutares contra nosso real inimigo és tu que jamais poderá ser livre.
- Ramill, oh, Ramill. Procure Morion. Procure teus irmãos
, quase um poema de lamentação, outra forma de saudade da cultura élfica.

A mulher, sentido suas palavras perdidas no ar, deixou que seus dedos corressem pela face marcada pelo rancor do passado de nosso herói, seus dedos deixando seus panos pelas pontas dos dedos, até que ela proferiu em idioma comum de forma resoluta.

- Erinyell, estamos saindo, mandou a irmã caçula.

A menina deixou o armário, em roupas simples de cama, mas era uma meio-elfa, a aparência semelhante a irmã, mas de traços mais ao povo humano do continente sul. Ela rapidamente tomou a mão da mais velha, por segurança ou para diminuir o terror. O amor e cuidado da mais velha era claro com ela.

- Aramill, estamos saindo, mas a ti faria bem deixar também, os minotauros não tem pena de ladrões e assassinos, mas deixo-te isso: luta com coragem e renegue a covardia e nunca abuse dos fracos e eles terão misericórdia.
- Pelo menos no ponto de vista do que eles consideram misericórdia
, aconselhou-lhe antes de deixa-lo.

Mal sabia a moça que Aramill, nosso personagem, não precisava dos seus conselhos.

Ele não precisava.

Não precisava, mas foi bom.

Foi bom ter alguém preocupando-se com ele, mesmo que fosse uma quase completa estranha.

Morion, nosso Ramill conhecia, ouvira falar, mas estava em outro lugar na época. Ele é o elfo que manteve a guerrilha contra os minotauros na invasão tapistiana. Mas isso era assunto para depois.

Pensamentos organizados agora, o protagonista deu-se a seguir a trilha deixada pelo mino. Mesmo que a umidade já escasseasse, sua visão élfica e os anos de treino o faziam  notar as manchas no assoalho encerrado.

Afinal, prestatividade das duas irmãs acabara sendo útil ao bardo serial.

E agora?


1) Continuar; seguir a trilha até encontrar Red.

2) Abandonar e montar emboscada; já que há bastante tempo sobrando, e o mino estava em movimento, esconder-se e esperar que Red dê as caras.

3) Escapar; perdeu-se muito tempo, enrolar aqui é o que Red quer, melhor escapar pela janela do quarto das moças.

4) A saída das duas avisara os minos; esperar atrás da porta pelos guardas e sair depois que eles tiverem entrado.

avatar
Necromancer Ignaltus
Moderador
Moderador

Mensagens : 591
Data de inscrição : 11/03/2015
Idade : 36
Localização : Araguaína - TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por D-Thanatus em Sab Jun 20, 2015 11:25 pm

As palavras elfa mal tinham significado para aquele elfo, dor e ódio era o que moviam aquele elfo, aqueles que mancharam os seus sofreriam, havia sentido, havia propósito.
Caça-los, faze-los sangrar, faze-los sofrer e se desesperada, cada um deles, suas famílias, cada traço de sua cultura. Vingança.
A forma mais pura e simples de justiça.

O elfo arco em punho, flecha pronta, olhos aguçados, continuava a caçar Red pela mansão

D-Thanatus
Jogador
Jogador

Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/06/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por Necromancer Ignaltus em Sab Jun 20, 2015 11:40 pm

Nosso herói segue os rastros claros deixados pelo mino no assoalho encerado, tomando uma curva até ter que passar por uma grande sala de trabalho.

A única porta parece ser reforçada assim como as janelas do aposento, repleto de estantes e baus acorrentados. Aqui parece que ali é onde trabalham Red e seus associados sobre as contas.

Uma escadaria parece levar ao sub-solo, para onde os rastros levam.


1) Descer; continuar, já tinha vindo até ali.

2) Trancar a sala; Red não tem outra saída daqui, hora d eter privacidade.

3) Armar uma arapuca; esperar a guarda vir e embosca-los, usando as estantes como peso quando passarem e depois atirando pelas frestas.

4) Roubar; tapista não precisa de mais do ouro dos impostos do que qualquer outro.
avatar
Necromancer Ignaltus
Moderador
Moderador

Mensagens : 591
Data de inscrição : 11/03/2015
Idade : 36
Localização : Araguaína - TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por D-Thanatus em Sab Jun 20, 2015 11:47 pm

- Eu sou a morte rápida de meus inimigos...

Sussurrava mentalmente Aramil, uma velha canto de acampamento dos soldados elfícos da antiga Lenorien. Ele descia as escadas ainda mais focado que antes, sabia ser perigoso, sabia ser uma armadilha, exatamente por isso sabia estar indo pro lugar certo

D-Thanatus
Jogador
Jogador

Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/06/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por Necromancer Ignaltus em Dom Jun 21, 2015 12:04 am

Nosso personagem desce a escadaria destemidamente e o que se depara é a porta de um forte cofre aberto de forma escancarada. Lá dentro é possível muitas riquezas, com certeza fruto do recolhimento dos impostos. Riqueza essa que deveria ir de navio para Tapista.

O rastro de Red levava para dentro.

Nosso herói estava bem armado e tinha seus truques para apoia-lo.

O minotauro tinha apenas uma toalha, apesar que também podia usar algum tipo de magia: arcana ou divina, o protagonista desconhecia. Sem contar que ainda tinha a maior arma dos servos da Serpente: as astúcia.

Os guardas talvez já tenham entrado na casa também.

Nessa situação não seria conveniente entrar na toca do lobo.


1) Última chance; talvez ainda dê de passar pelos guardas.

2) Trancar o cofre; seria uma peça prender o minotauro pelado lá dentro, quanto tempo demorariam para encontra-lo? ^_^

3) Queimar tudo; tirar óleo das lamparinas na outra sala voltar e atear fogo em tudo.

4) Entrar; é o momento preferido de Hedryl: a hora da verdade.
avatar
Necromancer Ignaltus
Moderador
Moderador

Mensagens : 591
Data de inscrição : 11/03/2015
Idade : 36
Localização : Araguaína - TO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERANÇA MALDITA: O MINOTAURO

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum